Caminhoneiros mostram que o povo pode parar o país! O caminho é Greve Geral por tempo indeterminado! - Liga Operária

Caminhoneiros mostram que o povo pode parar o país! O caminho é Greve Geral por tempo indeterminado!

mai 29th, 2018 | By | Category: Destaque, Liga Operária, Luta Classista, Notícias Recentes

Liga Operária_Página_1 Clique e baixe o PDF da  Liga Operária

Frente a tanta exploração e opressão que estamos submetidos os trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo, com cortes dos direitos duramente conquistados em décadas de luta, a legalização da servidão com a aprovação pelo Congresso Nacional de que “o negociado prevalece sobre o legislado”, a extorsão dos impostos e os deteriorados serviços público de saúde, educação, desindustrialização e desnacionalização da economia, desemprego e salários de fome, só há um caminho: GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO!

Os caminhoneiros deflagraram grandiosa luta contra os abusivos preços dos combustíveis em 21 de maio e paralisaram quase que totalmente o país. Em uma semana o país entrou em séria crise de abastecimento. Nenhuma reivindicação dos motoristas empregados das empresas foram levantadas, pois os sindicatos patronais e pelegos controlam as negociações com o governo para fazer o acordo que interessa principalmente às empresas e por fim ao movimento. Mas os caminhoneiros autônomos e muitos empregados seguem lutando com muita firmeza e determinação. A população, principalmente pobre, apoiou a greve levando água, alimentos e solidariedade a estes trabalhadores.

Mas os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil não podem se contentar em apenas apoiar e torcer pelos caminhoneiros, deixando todo o peso e responsabilidade de parar o país nas costas deles. Pois o problema não é somente os altos preços dos combustíveis e dos pedágios ou da corrupção como a milicada fascista cacareja para usar esta justa luta. O problema é muito maior: é este sistema de exploração e opressão dos grandes burgueses e latifundiários serviçais do imperialismo, mantidos por este velho Estado e seu sistema político da farsa eleitoral. O nosso povo não se contém mais de indignação diante de tanta exploração, injustiças, abusos, violência policial, corrupção e delinquência. Os trabalhadores devem transformar esta luta em greve geral para por abaixo toda essa política antipovo e vende-pátria de Temer e sua quadrilha. Só uma greve geral de todos os trabalhadores pode barrar toda essa política criminosa e potencializar a luta de libertação de nosso povo.

Militares e civis golpistas, articulados com as grandes empresas do transporte de carga, fizeram de tudo para cavalgar a greve e torná-la um meio de propagação da intervenção militar. Declarações constantes nas redes sociais e mesmo de televisão mostrava o apoio de vários oficiais militares, declarando apoio à greve e pedindo que ela se prolongasse para criar o máximo de pressão, não para atender as reivindicações dos trabalhadores e menos ainda acabar com este sistema de exploração de grandes burgueses e latifundiários serviçais do imperialismo, mas em seu descarado objetivo de depor este governo de bandidos para colocar em seu lugar outros novos enganadores, repressores dos trabalhadores e lambe-botas dos ianques.

Os detentores do poder, que através da repressão dos órgãos policiais e das suas FFAA sempre arrasaram a ferro e fogo a luta do nosso povo contra este secular sistema de exploração do povo e de entrega das riquezas da nação às potências estrangeira, principalmente Estados Unidos, insistem em deter a nossa luta, ou impondo como a saída a farsa das eleições corruptas ou o golpe fascista da milicada lambe-botas dos Estados Unidos. O povo brasileiro já passou por governos de todos esses partidos (PSDB, MDB, PT, DEM, PCdoB, PPS, PSB, PTB, PP, PDT, etc.), todos fizeram o mesmo: reforçaram este sistema de exploração e opressão, onde tudo é para o imperialismo, principalmente ianque, e seus lacaios, a grande burguesia e os latifundiários e para o povo as sobras, uns dando algumas esmolas mais ou menos que outros.  Também conhece o conto da intervenção militar, que pousa de moralista e anticorrupção, é outra farsa. Eles estiveram no poder por 21 anos (1964/1985) com seu regime militar terrorista, que perseguiu, torturou e matou os melhores filhos do nosso povo, arrebentaram com os direitos dos trabalhadores, geraram empregos de salário de fome, massacraram os camponeses, expulsando grande parte de suas terras para entregá-las aos latifundiários, entregou as riquezas do subsolo do país ao capital estrangeiro, endividou o país com obras faraônicas e movidas a corrupção com as grandes empreiteiras, estas mesmas que estão aí na “operação Lava-jato”, cujos diretores ou não são nem processados ou estão presos em cadeias de ouro, ou tornozeleiras.

Abaixo a farsa eleitoral e seus enganos, abaixo o golpe dessa milicada fascista e lambe-botas dos ianques, que buscam apoio popular, para perpetrarem um golpe contrarrevolucionário preventivo, arquitetado sob o aval do imperialismo, levado a cabo pelos seus serviçais, para tentarem conter o inevitável levante das massas de todo país. Por isso, devemos apoiar de forma decisiva a luta dos caminhoneiros e ampliá-la com as reivindicações dos empregados das empresas transportadoras e as demandas mais sentidas do povo da cidade e do campo e apoiar a revolução agrária, para buscar unificar a nossa classe dos explorados e despossuídos e lutar de forma classista e combativa contra a grande burguesia e latifundiários, seus partidos corruptos e suas forças armadas carrasca do nosso povo, instrumentos deste velho e genocida Estado, guardiães deste podre sistema de exploração e opressão do povo e da nação.

Todo apoio à greve dos caminhoneiros!
Abaixo a “reforma” trabalhista – Lei 13.467/17!
Preparar a Greve Geral por tempo indeterminado!
Abaixo a farsa eleitoral!
Viva a Revolução Agrária!

 

Comments are closed.