Archive for dezembro 2012

Intensificar em 2013 as lutas classistas contra a opressão e a exploração!

dez 30th, 2012 | By

“Do rio que tudo arrasta, se diz violento.  Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem”. Bertolt Brecht Piquete da greve em Jirau – março/2012. Nestes campos de concentração que são os canteiros de obras das usinas de Jirau e Santo Antônio, em Rondônia; de Belo Monte, no Pará; complexo portuário de Suape, em

[Leia mais…]



Construtora MRV volta à “lista suja” do trabalho escravo em nova atualização

dez 29th, 2012 | By

Fonte: Reporter Brasil – matéria de Daniel Santini e Maurício Hashizume – dia 28/12/2012 Principal construtora do programa Minha Casa Minha Casa é reinserida no cadastro por conta de outro flagrante. Empresa havia conseguido forçar saída graças a liminar A MRV Engenharia, uma das principais construtoras do país, e mais 55 empresas e pessoas físicas foram

[Leia mais…]



Camargo Corrêa/ESBR abandonam operários de Jirau e os impede de retornar para casa

dez 28th, 2012 | By

  Pelo menos 14 trabalhadores dispensados pela exploradora construtora Camargo Corrêa, contratada para a execução das obras da Usina Hidrelétrica Jirau, em Rondônia, são reféns do desrespeito, da irresponsabilidade e do pouco caso da empreiteira, do Consórcio Energia Sustentável do Brasil – ESBR e do governo federal. Eles, que tinham a promessa da Camargo Corrêa

[Leia mais…]



Retrospectiva: Movimento XinguVivo faz balanço de ações contra Belo Monte e diz que ‘é dever’ parar a obra

dez 28th, 2012 | By

  Fonte: artigo da jornalista Tatiana Félix -Adital – 21.12.12 “Temos ciência de que nossos protestos não foram suficientes para que se faça justiça; de que acordos continuarão a ser descumpridos pelos promotores de Belo Monte, e de que os desafios para 2013 serão ainda maiores”. Essa é uma síntese da análise que o Movimento

[Leia mais…]



Consórcio Norte Energia diz que Belo Monte alcançará ponto máximo das obras em 2013

dez 28th, 2012 | By

Fonte: artigo de Flávia Oliveira – jornal O Globo – 28/12/2012   Hidrelétrica do Rio Xingu terá 28 mil trabalhadores nos canteiros no segundo semestre. Semana que vem, sai o primeiro desembolso do BNDES A hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), chega ao fim de 2012 com um quinto das obras concluídas. Levantamento

[Leia mais…]



Dinheiro de Jirau é destinado para repressão e é desviado por coronéis da PM de Rondônia

dez 28th, 2012 | By

Fonte: artigo publicado no site da Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia – ASSFAPOM – em 26/05/2012 Mais de 500 mil reais, provenientes do chamado fundo de compensação da usina de Jirau, vêm sendo submetido à fiscalização pela promotoria de justiça, bem como pela justiça militar, onde

[Leia mais…]



A financeirização da burocracia sindical no Brasil

dez 27th, 2012 | By

A Liga Operária considera que o gerenciamento petista/frente eleitoreira, com grande número de elementos provenientes do movimento sindical, serve ao podre Estado burguês-latifundiário, serviçal do imperialismo, e que o capitalismo burocrático implementado no país tem nesse Estado e naqueles que o compõem o instrumento para viabilizar o interesses dos grandes grupos econômicos, saquear o país

[Leia mais…]



Mineradoras valem ouro nos projetos hidrelétricos do Tapajós e Teles Pires

dez 27th, 2012 | By

Fonte: Reproduzimos artigo de Telma Monteiro, publicado no Correio da Cidadania, em 28/09/2012     Os projetos de implantação de hidrelétricas nas bacias do rio Tapajós, Teles Pires e Juruena por si só estão induzindo a ocupação de áreas protegidas da Amazônia. Com eles chegaram também as empresas mineradoras transnacionais e o novo ciclo de

[Leia mais…]



Belo Monte é a forma de viabilizar definitivamente a mineração em terras indígenas

dez 27th, 2012 | By

  Fonte: Reproduzimos artigo de Telma Monteiro, publicado no Correio da Cidadania, em 11/09/2012   Pode-se começar essa história ainda no Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) de Belo Monte no capítulo que fala dos direitos minerários na região da Volta Grande do Xingu. Nele consta que há 18 empresas, entre elas a

[Leia mais…]



MPF encontra inconsistências em relatório ambiental

dez 26th, 2012 | By

  Fonte: artigo do jornal Valor Econômico O Ministério Público Federal (MPF) do Pará já encontrou inconsistências no relatório de impacto ambiental apresentado pela Belo Sun Mining. Uma das questões a serem esclarecidas diz respeito à presença indígena na região. Há povoados espalhados pela Volta Grande do Xingu, aldeias que são detalhadas, por exemplo, no

[Leia mais…]



Projeto bilionário prevê extração de ouro no Xingu

dez 26th, 2012 | By

Fonte: artigo de André Borges – jornal Valor Econômico O rio Xingu vai deixar de ser palco exclusivo de Belo Monte, a polêmica geradora de energia em construção no Pará. Em uma região conhecida como Volta Grande do Xingu, na mesma área onde está sendo erguida a maior hidrelétrica do país, avança discretamente um megaprojeto

[Leia mais…]



Repúdio às ameaças contra D. Pedro Casaldáliga! Terra e autodeterminação para as nações indígenas!

dez 14th, 2012 | By

Também manifestando a integral solidariedade da Liga Operária a Dom Pedro Casaldáliga, apoio as legitimas demandas das nações indigenas, e repúdio as ameaças e ataques do latifúndio, reproduzimos nota da Comissão Nacional das Ligas de Camponeses Pobres: Goiânia, 13 de dezembro de 2012 Veemente repúdio às ameaças contra D. Pedro Casaldáliga! Terra e autodeterminação para

[Leia mais…]



Governo treina o Exército para reprimir operários e financia empreiteiras que violam direitos

dez 13th, 2012 | By

No mês de outubro, dia 30, o Exército realizou treinamento em Belo Monte. Mais de 250 militares do 51º Batalhão de Infantaria de Selva – 51 º BIS, sediado em Altamira, participaram de um treinamento operacional dentro do Sítio Pimental, um dos quatro canteiros da Usina Hidrelétrica Belo Monte, onde é feito o barramento do

[Leia mais…]



A discórdia do “desenvolvimento” do capitalismo burocrático

dez 13th, 2012 | By

Reproduzimos reportagem da Agência A Pública – jornalista Juliano Barros (título original: A discórdia do desenvolvimento)   Nas comunidades a serem afetadas pelas usinas no rio Tapajós, entre angústia e anseios, a desinformação impera, enquanto avançam os planos para as obras   “Morrer na lama, debaixo d’água, é que é triste, né? Mas, achando um

[Leia mais…]



CPT denuncia ameaças de morte contra os que se opõem ao Complexo Hidrelétrico do Tapajós

dez 13th, 2012 | By

Reproduzimos nota da CPT – Comissão Pastoral da Terra A coordenação nacional da CPT vem a público para denunciar os graves conflitos que já começam a se manifestar em torno ao Complexo Hidrelétrico do Tapajós, no Pará, provocados pela Eletrobrás, Eletronorte e empresas contratadas. No dia 22 de outubro, a casa do presidente da Comunidade

[Leia mais…]



Nota de repúdio contra a ação criminosa da Polícia Federal praticada na Aldeia Teles Pires, do povo Munduruku

dez 13th, 2012 | By

  A Liga Operária solidarizando com a justa luta do Povo Munduruku,  reproduz nota  de denúncia do Cimi – Conselho Indigenista Missionário, de condenação a PF, Funai e Dilma Rousseff, etc.   O Cimi vem a público manifestar seu veemente repúdio à ação virulenta e assassina praticada pela Polícia Federal, na chamada Operação Eldorado. Usando o

[Leia mais…]



Carta Aberta dos povos do Tapajós ameaçados pelo Complexo Hidrelétrico do Tapajós

dez 13th, 2012 | By

  Fonte da notícia: Movimento Tapajós Vivo   Nós, lideranças Munduruku e colaboradores não indígenas participantes do Seminário de Formação de Militantes do Movimento Tapajós Vivo, realizado na cidade de Jacareacanga, nos dias 30 de novembro, 1 e 2 de dezembro de 2012, com apoio do Movimento Tapajós Vivo, Fórum da Amazônia Oriental, Ação Mundo

[Leia mais…]



Mais de 30% das terras indígenas na Amazônia sofrerão impacto por causa de hidrelétricas, diz procurador

dez 13th, 2012 | By

Belém (6/12/12) – Mais de 30% das terras indígenas na Amazônia vão sofrer algum tipo de impacto com a construção das hidrelétricas previstas para a região. Na avaliação do procurador Felício Pontes, do Ministério Público Federal (MPF) no Pará, o projeto do governo brasileiro, que prevê a instalação de 153 empreendimentos nos próximos 20 anos,

[Leia mais…]



Manifestação pela libertação dos operários presos políticos de Belo Monte

dez 13th, 2012 | By

Organizações Denunciam a Existência de Presos Políticos em Altamira e Pedem Justiça Já! No dia Internacional dos Direitos Humanos, 10 de dezembro, diversas organizações sociais realizaram um ato público em frente ao prédio do Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), em Belém. Localizado em uma das principais avenidas da cidade, local de intensa movimentação de ônibus,

[Leia mais…]



Um trilhão de reais empacado

dez 13th, 2012 | By

Reproduzimos matéria da revista Exame que mostra a fábula de dinheiro gasto no PAC e outros desvios e erros do PAC. Conforme a Liga Operária e outras entidades classistas temos denunciado, estas obras não atendem o interesse nacional nem dos operários. O gerenciamento petista, seguindo ordens dos organismos internacionais e grandes grupos econômicos realiza estas

[Leia mais…]



Denúncias sobre as péssimas condições de trabalho nas obras das usinas de Jirau e Santo Antônio

dez 12th, 2012 | By

Reproduzimos reportagens de “A Pública”- agência independente de jornalismo investigativo -em fins lucrativos e de livre reprodução de conteúdo – abordando as seguintes denúncias: OS TRABALHADORES QUE PARARAM O PROGRESSO 07.12.12 – Por Ana Aranha Protagonistas de greves que ganharam projeção nacional, os operários que constroem as usinas em Rondônia continuam vivendo sob pressão e

[Leia mais…]



PM que assassinou operário de Jirau é beneficiado pela justiça de Rondônia

dez 7th, 2012 | By

  Em audiência realizada terça-feira, dia 4 de dezembro/2012, às 16 horas, no edifício do Fórum Criminal, em Porto Velho, o juiz de direito Enio Salvador Vaz desclassificou o crime do sargento PM Francisco das Chagas da Silva que assassinou covardemente o operário da obra da usina de Jirau, JOSIVAN FRANÇA SÁ, 24 anos, empregado da empreiteira Camargo Corrêa.

[Leia mais…]