Archive for abril 2012

Sindicato pelego cumpre as ameaças e manda despejar operários

abr 28th, 2012 | By

Sticcero comunicou ao hotel: “à partir do dia 28 de abril de 2012 não mais efetuará o pagamento das diárias para os trabalhadores.” Diretores do Sticcero – Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil do Estado de Rondônia – comunicaram ao gerente do Hotel Guajará, Edmilson Gil, sexta, dia 27 de abril, que o sindicato

[Leia mais…]



GRAVÍSSIMO: Pelegos do Sticcero/CUT fazem terrorismo contra trabalhadores abandonados de Jirau

abr 26th, 2012 | By

Hoje, dia 26/4, o vice-presidente do Sticcero, Donizete, foi até o hotel e falou que: “À partir de amanhã, o sindicato não vai mais arcar com as despesas de hospedagem e alimentação, que os trabalhadores estão dando um prejuízo danado e que eles tem que se virar! Acabou a audiência, tira as malas prá rua.”

[Leia mais…]



CANALHICE: Governo do PT cria tabela para reduzir e cortar o auxílio-doença

abr 24th, 2012 | By

Pela tabela intitulada “Tempo Estimado para Recuperação de Capacidade Funcional baseado em Evidências”, doenças como, por exemplo, tenossinovite (L.E.R.) tem o prazo para cessar em 15 dias. Intoxicação de 3 a 10 dias. Tuberculose e Lepra em 30 dias. Depressão em até 120 dias e doenças como câncer, infarto, meningite e Parkinson em no máximo

[Leia mais…]



Belo Monte: Nova revolta contra as péssimas condições de trabalho

abr 24th, 2012 | By

Os operários do canteiro de obras da usina hidrelétrica de Belo Monte voltaram a se rebelar contra a exploração perpetrada pelo Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) (Odebrecht e Cia.) que não cumpriu com o acordo da última greve. A nova paralisação iniciou dia 23 de abril.  É a terceira greve em menos de 6 mêses.

[Leia mais…]



Ato público e Manifestação em Homenagem ao professor Renato Nathan Gonçalves Pereira

abr 24th, 2012 | By

Reproduzimos o convite da LCP – Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia e Amazônia Ocidental para o Ato público e Manifestação em Homenagem ao professor Renato Nathan Gonçalves Pereira Também a homenagem da Liga Operária aos irmãos camponeses e apoiadores, Mártires da luta pela terra para quem nela vive e trabalha, “que podem ser abatidos

[Leia mais…]



Aprender e seguir o exemplo do professor Renato!

abr 24th, 2012 | By

Reproduzimos comunicado do MEPR – Movimento Estudantil Popular Revolucionário sobre a história de dificuldades, lutas, exemplo e dedicação do jovem Professor Renato às causas populares. No dia 09 de abril foi assassinado em Buritis o professor Renato Nathan Gonçalves Pereira. Relatos de moradores e amigos levam a crer que Renato tenha sido executado com três

[Leia mais…]



CAMARGO CORRÊA E SUEZ ABANDONAM TERCEIRIZADOS E OPERÁRIOS PEDEM SOCORRO

abr 23rd, 2012 | By

Operários abandonados no serviço de desmatamento de Jirau estão há mais de seis meses com as carteiras em aberto, sem receber salário e sem acerto rescisório. Por causa das aflições e sofrimentos um operário sofreu AVC e ficou hemiplégico. Todos passam muitas dificuldades onde estão alojados. “Tenho dois filhos em Cacoal, um de 9 e

[Leia mais…]



Nova Greve dos Operários de Belo Monte

abr 23rd, 2012 | By

Operários bloquearam acesso às cinco frentes de trabalho da usina. Manifestação começou no km 27 da rodovia Transamazônica. Os operários da usina de Belo Monte, em Altamira (PA), iniciaram nesta segunda-feira, dia 23 de abril, nova paralisação por melhores condições de trabalho. A categoria fechou o principal acesso aos cinco canteiros de obras da usina,

[Leia mais…]



Negociatas e crimes da Camargo Corrêa e GDF-Suez – Incêndio foi feito pela Camargo

abr 17th, 2012 | By

Incêndio foi feito pela Camargo



Belo Monte demite 60, agride e manda prender trabalhadores

abr 17th, 2012 | By

Uma liderança grevista foi demitida e agredida por um segurança privado do consórcio. Outro, que aparecera em vídeo participando da greve em gravações internas feitas pela empresa, foi demitido e posteriormente preso sem explicação pela Polícia Militar Publicado em 17 de abril de 2012 Por Ruy Sposati – site: Xingu Vivo O Consórcio Construtor Belo

[Leia mais…]



JIRAU: Empreiteiras usam “Força Nacional” para reprimir os operários

abr 17th, 2012 | By

Veja como o engenheiro Yuri, da empreiteira Enesa e “Força Nacional” pressionam os operários para voltarem ao trabalho. Operário denúncia o envolvimento da construtora Camargo Corrêa no incêndio dos alojamentos. Barulho dos tiros disparados pela polícia no canteiro de obras contra os operários.



Companheiro Renato: Presente!

abr 12th, 2012 | By

Com grande pesar e profunda indignação a Liga Operária reproduz a nota da Comissão Nacional das Ligas de Camponeses Pobres exigindo punição para os assassinos do Professor Renato e de todos cúmplices de sua morte e dos assassinatos de camponeses em luta pela terra! Externamos nossos sentimentos aos familiares e amigos, e nos somamos ao

[Leia mais…]



JIRAU: Inspeção trabalhista ou policial-militar?

abr 12th, 2012 | By

A inspeção da Justiça do Trabalho realizada no canteiro de obras da usina de Jirau, dia 7 de abril, não passou de uma farsa. A verificação da situação de segurança e acomodação dos trabalhadores na construção foi totalmente deixada de lado. Os operários foram constrangidos pelo grande aparato repressivo presente na obra e o que também acompanhava a juíza federal do trabalho substituta Maria Rafaela de Castro. A intervenção da direção das empresas do canteiro de obras na inspeção também ficou bastante evidente.

No dia da inspeção havia mais de 250 policiais da Força Nacional e da COE-RO em todas as áreas do canteiro de obras. O procurador Francisco Cruz ainda teve o desplante de declarar: “se o policiamento fosse realizado por um quantitativo maior de policiais, a sensação de segurança também aumentaria”.

Só falta o governo/polícia querer colocar tornozeleira eletrônica em cada operário e chibata nas mãos dos chefes. Segundo os operários o canteiro de obras de “Jirau virou uma penitenciária federal”.

É inaceitável a ação repressiva e escravocrata que o governo/ Camargo Corrêa/GDF-Suez fazem contra os operários de Jirau para continuar impondo as cruéis condições de superexploração e péssimas condições de trabalho.

É inaceitável que em Jirau a própria legislação trabalhista não seja cumprida, que os operários sigam presos com base em acusações sem fundamento, não tenham a garantia do vínculo de emprego assegurada, a insegurança e riscos no local de trabalho, a precariedade dos alojamentos e da comida continue.



Professor é executado pela polícia em Rondônia – Campo Novo

abr 12th, 2012 | By

Com grande pesar e profunda indignação a Liga Operária reproduz a nota do Cebraspo sobre a covarde execução do professor Renato Nathan Gonçalves Pereira perpetrada, segundo moradores, pela polícia em Campo Novo, Rondônia. Externamos nossos sentimentos aos familiares e amigos, e nos somamos ao brado das entidades populares e democráticas de exigência de imediata e

[Leia mais…]



Veja o vídeo de como são tratados os operários de Jirau pelo governo e a polícia

abr 12th, 2012 | By

Essas imagens são de março de 2011, quando também ocorreram prisões de trabalhadores. Como estão sendo tratados agora os 11 operários de Jirau presos desde o dia 5 de abril?



LIBERDADE JÁ PARA OS OPERÁRIOS PRESOS

abr 10th, 2012 | By

Liberdade para os Operários presos, humilhados e tratados como criminosos da pior espécie. Liberdade para os Operários de Jirau que cometeram o “crime” de exigir melhores condições de trabalho e melhores salários nas obras do PAC e que não tem ex-ministro da justiça nem qualquer famoso advogado para defendê-los, como são os casos de Carlinhos

[Leia mais…]



Operários de Jirau são submetidos a péssimas condições de trabalho

abr 10th, 2012 | By

Abaixo a opressão e a escravidão nas obras do PAC! Pelo atendimento imediato das reivindicações da greve!



Ministro Gilberto Carvalho é office-boy da Camargo Correa e outras grandes empreiteiras

abr 5th, 2012 | By

Após o fracasso de impor o fim da greve de Jirau através de assembléia manobrada por seus correligionários da governista CUT,Conticom, e Sticcero, o ministro Gilberto Carvalho emitiu raivosas declarações a respeito da justa paralisação e da revolta dos operários: “Não consideramos a ação que aconteceu lá uma ação sindical, mas de vandalismo, banditismo e,

[Leia mais…]



Veja a manipulação dos pelegos da CUT-Sticcero para acabar com a greve de Jirau

abr 4th, 2012 | By

Pelegos da governista CUT-Conticom-Sticcero estão macomunados com as empreiteiras para obrigar os operários a voltar ao trabalho sem conquista das reivindicações. Os pelegos ficam em hoteis de luxo e oferecem propina de 20 mil reais para lideranças da greve desistirem da luta ( veja no vídeo: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=V3SFlTh1uFw )



Abaixo a repressão nos canteiros de obras. Operários não são escravos nem criminosos

abr 4th, 2012 | By

Fora polícia e demais agentes da repressão dos canteiros de obras! Pelo atendimento imediato das justas reivindicações dos operários! Rebelar-se é justo! “Aqui só aparece polícia quando é prá ser contra nós, quando é pra ser a favor de nós a polícia não existe não. A polícia todinha é comprada pela Camargo, Odebrecht e Andrade;

[Leia mais…]



Descontentamentos com rumos de negociação geraram nova Crise em Jirau

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos vídeo da ALLTV Amazônia, onde operários denunciam a traição do Sindicato da categoria, STICCERO – CUT,  que teve influência direta na destruição dos alojamentos na usina de Jirau



Operário de Jirau denuncia péssimas condições de trabalho e opressão

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos vídeo entrevista de um operário da obra da usina hidrelétrica de Jirau, Rondônia, concedida ao jornal A Nova Democracia.



Em Belo Monte, greve continua; nomes de lideranças já estariam em listas de demissões

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos matéria sobre a greve da usina de Belo Monte publicadas no site http://www.xinguvivo.org.br “O sentimento de todos os trabalhadores é de revolta. A maioria é a favor da greve, ainda mais depois de como trataram a gente no pagamento” Publicado em 03 de abril de 2012  – Por Ruy Sposati A greve dos operários

[Leia mais…]



Operário de Belo Monte é preso durante repressão da polícia; greve continua

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos matéria sobre a greve da usina de Belo Monte publicadas no site http://www.xinguvivo.org.br Publicado em 02 de abril de 2012 – Por Ruy Sposati Um trabalhador da Usina Hidrelétrica Belo Monte foi preso na manhã desta segunda-feira, 2, durante repressão da Polícia Militar (PM) a  grevistas que pararam as obras da usina desde a

[Leia mais…]



Trabalhadores denunciam sindicato e mortes nas obras de Belo Monte

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos matéria sobre a greve da usina de Belo Monte publicadas no site http://www.xinguvivo.org.br Na manhã de sábado, 31 de março, foi feito um bloqueio na estrada que dá acesso aos sítios. Operários foram ameaçados de demissão por participar de greve Publicado em 31 de março de 2012 – Por Ruy Sposati Sindicato tenta desmobilizar

[Leia mais…]



Após morte de trabalhador, greve geral paralisa obras de Belo Monte

abr 4th, 2012 | By

Reproduzimos matéria sobre a greve da usina de Belo Monte publicadas no site http://www.xinguvivo.org.br Publicado em 29 de março de 2012 – Por Ruy Sposati Os cerca de cinco mil trabalhadores do Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), responsável pelas obras da terceira maior hidrelétrica do mundo, entraram em greve geral nesta quinta, 29. As reivindicações

[Leia mais…]



Operários da construção não são escravos! Abaixo a repressão!

abr 3rd, 2012 | By

Operários da construção não são escravos! Abaixo a repressão contra os trabalhadores em luta! Fora polícia e demais agentes da repressão dos canteiros de obras! Pelo atendimento imediato das justas reivindicações da greve! Os canteiros de obras das usinas hidrelétricas de Jirau e Belo Monte continuam parados. A insatisfação dos operários é geral. A revolta

[Leia mais…]



Camponeses fecham BR364 por mais de 10 horas

abr 2nd, 2012 | By

Reproduzimos matéria do Resistência Camponesa (www.resistenciacamponesa.com) Continua a luta pelo fim do despejo Na última segunda-feira, antes das 5 horas da manhã, cerca de 150 camponeses fecharam a ponte sobre o rio Jaru exigindo a suspensão imediata do despejo da área Canaã, ordenado pelo juiz José Augusto Alves Martins, de Ariquemes. Estenderam faixas, empunharam bandeiras

[Leia mais…]